domingo, 22 de julho de 2012

Análise disfuncional

Já se vai mais de um ano (quase dois) que Marcos Rodrigues Jr. escreveu em seu blog Análise Funcional um post falando de seus motivos para ser ateu.
Blábláblá subjetivo sem pé nem cabeça todo mundo tem pra tudo, mas algo objetivo chamou minha atenção:



Podemos esquecer o quão sábio ele é em relação à escolástica e à história e contexto de "padrões de ensino"; vamos focar na primeira frase, acerca da "necessidade de repertório verbal sofisticado" para entender o paradoxo de Epicuro (na figura em negrito).
Cá entre nós, o nosso sistema de ensino, por mais podre que esteja, não possui ferramentas capazes de permitir o entendimento deste "ultra complexo" paradoxo de Epicuro???
....
Mas o texto do Marcos não deixa de ser um belo exemplo de alguém que escreve algo que aprendeu por "modelação".  o_O

3 comentários:

A.Porto disse...

Mais um paradoxo para o marcos: se o mal for causado por ele, deus pode destruí-lo sem dó nem piedade?

pedrofba disse...

Hahahahaha...

Gostei muito do seu blog, achei ele enquanto eu estava à procura de algum material para o meu, que está ainda engatinhando, em seus primórdios.

Definitivamente você já está bem mais manjado em encontrar certas pérolas do que eu, mas isto porque o seu blog tem 2 anos de vida, e porque você já tem as suas fontes confiáveis muito bem definidas, de onde você sempre terá certeza de que encontrará mais alguma coisa.

Achei que era só eu que tive essa ideia genial de coletar as sandices dos ateus, aliás, esta é uma atividade até meio divertida. Definitivamente seu blog será um grande exemplo para mim a partir de agora.

Agradecimentos, PedroFBA.

Yuri S. C. disse...

A verdade é que basta você achar um blog de ateu chinfrim para achar outros tantos.
Mas eu ando sem tempo de atualizar, isso pesa um pouco.
att
Eu